English Version Portugues
 
 
English Version Portugues
   
 
English Version Portugues

Quando não somos bons
(Carollina Bittencourt - twitter.com/CarolBNB)

  “Vinde, e tornemos para o Senhor, pois Ele nos despedaçou e nos sarará"

Oséias 6:1

         É impressionante perceber como é o próprio amor de Deus que nos desfaz e é este mesmo amor que nos refaz. Este princípio pode estar relacionado a uma ação de cura por parte de Deus sobre nós, ou a uma ação de Deus em que Ele revela profundamente aquilo que deseja transformar em nossa vida. É o momento em que percebemos que não somos tão bons; tão resolvidos quanto pensávamos. A Bíblia nos convida em Oséias 6:1: Vinde, e tornemos para o Senhor, pois Ele nos despedaçou e nos sarará.  
     O Senhor deseja proporcionar um momento em que você se deparará com o seu próprio coração. É o dia em que as “máscaras” são reveladas e a necessidade de rasgar o coração é tão gritante que todo o resto se torna menos importante. É o momento em que você descobre que existem medos e inseguranças em seu interior que o Senhor quer tocar. E Ele nos convida a um tempo de arrependimento, onde inevitavelmente começamos a refletir sobre nós mesmos, o nosso relacionamento com Deus e com as pessoas que amamos e com as quais convivemos.
     Quando rasgamos o nosso coração na presença de Deus, tudo o que antes ficava escondido, torna-se óbvio, palpável. Somos despedaçados. É o momento em que tudo é colocado sob a luz. Percebemos o quão insuficientes e pequenos nós somos. Talvez você se depare até mesmo com superficialidade, motivações erradas e egoístas, pecado. Entretanto, existe uma boa notícia! A boa nova é que a partir daí, somos completamente renovados.

     O Senhor nos convida a ser peregrinos. Ele é... Ele é bom, suficiente, maravilhoso,perfeito. Nós não somos e nunca seremos. Entendendo esta verdade, somos reabastecidos, encorajados, sarados. O Seu amor não só nos desfaz, mas Ele nos faz de novo! Já podemos então nos alegrar, adorar, ter o nosso coração cheio de gratidão! Aí, só nos resta descansar nesse Deus de amor. Descansar e confiar como uma criança, entendendo que Nele, nós nos tornamos sim alguma coisa: Peregrinos mais parecidos com Jesus a cada dia.

Confissão: Senhor, eu me arrependo e permito que trabalhes em minha vida como um cirurgião, um oleiro, curando aonde for necessário e produzindo mudança em meu viver através da ação do Teu Espírito.